Se você tem baixa reserva ovariana e decidiu fazer uma FIV, já deve estar sabendo que a coleta poderá se tornar um grande desafio, pois o número de óvulos coletados por ciclo será pequeno.

Por isso, é muito importante preparar o seu corpo para ter óvulos de qualidade, pois o diferencial será esse: a qualidade!

Neste artigo eu vou lhe mostrar como fazer da alimentação uma importante aliada para otimizar a qualidade dos seus óvulos e ainda aumentar as suas chances de sucesso da FIV.

Aposte na Alimentação Anti-inflamatória

Uma alimentação rica em alimentos anti-inflamatórios melhora a qualidade dos óvulos e aumenta as chances de sucesso da FIV.

Por isso, inclua no seu dia a dia alimentos ricos em nutrientes antioxidantes, como:

  • Vegetais frescos (frutas, verduras e legumes)
  • Cereais integrais (aveia, pão integral e arroz integral)
  • Laticínios magros (leite, iogurte e queijos)
  • Gorduras saudáveis (castanhas, nozes, sementes e azeite)

Além deles, você também pode incluir outros alimentos antioxidantes, como gengibre, açafrão, canela, cebola, alecrim, chá verde, frutas cítricas e vermelhas.

Controle o Índice Glicêmico

Altos níveis de glicose no sangue afetam a qualidade dos óvulos e favorecem a desregulação hormonal.

Por isso, substitua alimentos refinados por alimentos integrais, evite consumir sucos ou refrigerantes e diminua o consumo de açúcar e doces.

Atenção: pesquisas recentes mostram que o consumo de adoçantes está relacionado com a diminuição da qualidade dos óvulos, logo, não é indicado substituir o açúcar por adoçantes.

Evite Bebidas Alcoólicas

O consumo de bebidas alcoólicas pode causar danos diretos aos óvulos, desequilibrar os hormônios reprodutivos e ainda aumentar os níveis de estresse oxidativo do corpo.

Além disso, pode prejudicar a absorção de nutrientes essenciais, como vitaminas e minerais.

Não faça Dietas Restritivas

Dietas muito limitadas podem induzir estresse oxidativo, prejudicar a qualidade dos óvulos e acelerar a queda do hormônio antimulleriano.

Consuma leite e derivados

O cálcio é essencial para o bom desenvolvimento dos óvulos e para o sucesso da FIV.

Por isso, consuma alimentos como leite tipo A, iogurtes e queijos magros pelo menos três vezes ao dia.

Se você tem intolerância à lactose ou prefere não consumir leites e derivados, converse com a sua nutricionista para encontrar alternativas adequadas, como a suplementação personalizada.

Casal feliz com teste de gravidez positivo com cta para aumentar as suas chances

Mantenha um Peso Saudável

Manter um peso saudável, contribui com a saúde reprodutiva e melhora a qualidade dos óvulos, além de influenciar diretamente no sucesso da FIV.

Por isso, se você estiver fora da faixa de peso considerada saudável, é recomendável ajustá-lo gradualmente.

Proteja-se dos Disruptores Endócrinos

Disruptores endócrinos são substâncias presentes em vários produtos de uso diário e que podem interferir no equilíbrio hormonal do nosso corpo, diminuir a reserva ovariana e causar alterações nos óvulos.

Para evitar esses riscos, opte pelo consumo de alimentos orgânicos e evite o contato com plástico, papel alumínio ou isopor.

Lembre-se: A sua alimentação vai muito além de melhorar a fertilidade. Ela prepara o seu corpo para ser a primeira e mais amorosa morada do seu bebê.

Artigos Relacionados

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Equipe Nutricionistas Paula Stancari Nutrição Materno Infantil

Paula Stancari Nutrição Materno Infantil

Especialistas em alimentação e suplementação para aumento da Fertilidade, Inseminação, FIV, SOP e Endometriose

Receba as novidades

Compartilhe

Facebook
WhatsApp