Endometriose e a Alimentação

Endometriose e Alimentação capa

Uma boa alimentação pode ajudar muito na prevenção e no controle da endometriose, pois além de melhorar a qualidade de vida e a fertilidade das mulheres.

Estudos recentes apontam que uma alimentação rica em frutas, verduras e legumes, alimentos ricos em ômega 3, e laticínios magros ricos em cálcio (leite, iogurte e queijos), diminuem o risco de desenvolvimento de endometriose.

Escrevi nesse artigo como a alimentação pode ajudar ou prejudicar as mulheres que tem endometriose e quais suplementos podem ser utilizados.

Alimentos que ajudam no controle da Endometriose

Alimentos que ajudam no controle da Endometriose

A endometriose é uma doença crônica e inflamatória.

O que muitas pessoas não sabem é que uma alimentação variada contendo alimentos com compostos bioativos, como flavonoides, polifenóis, alimentos antioxidantes e antiinflamatórios podem auxiliar no seu controle.

Com isso, alguns alimentos específicos devem fazer parte da alimentação da mulher com endometriose, são eles:

Composto bioativoAlimentos fontes
QuercetinaCebola, couve-flor, casca de maçã, alface e pimenta
CrisinaMel e própolis
Ômega 3Sardinha, abacate, castanhas, óleo de linhaça, salmão, azeite de oliva extra virgem
ResveratrolSuco de uva integral, amora, mirtilo, cranberry
CriptoxantinaDamasco, laranja, mamão e tangerina

Lembrando que esses alimentos devem fazer parte de uma alimentação saudável, o seu consumo isolado não terá os benefícios esperados.

Alimentos que prejudicam a Endometriose

Uma alimentação rica em gordura, principalmente do tipo trans pode resultar em aumento da endometriose.

Esse tipo de gordura é comumente encontrada em alimentos industrializados, como por exemplo: biscoitos recheados, sorvetes de massa, croissant, margarinas, biscoitos amanteigados, etc…

Além disso, o consumo de bebidas alcoólicas, carne vermelha e embutidos, também podem aumentar a endometriose.

Existe alguma dieta para melhorar a Endometriose?

Endometriose e Alimentação resized

Atualmente não existe uma dieta padrão para endometriose.

Com isso, é necessária uma avaliação individualizada da alimentação, do estilo de vida e dos sintomas, para que o nutricionista possa propor um plano alimentar personalizado e eficaz, respeitando os hábitos e preferências alimentares.

A alimentação para as mulheres com endometriose deve ser baseada em alimentos naturais, variada, colorida e de preferência com alimentos orgânicos.

Além disso, deve ter o mínimo possível de bebida alcoólica, carne vermelha e ainda, isenta de gorduras hidrogenadas do tipo trans e embutidos.

Suplementos ajudam no controle da Endometriose?

Nos casos em que a alimentação não consiga suprir as necessidades do organismo, a suplementação pode ser uma boa aliada no controle da endometriose.

Mulheres com endometriose tendem a ter níveis mais baixos de zinco, devido ao estresse oxidativo gerado pela doença.

Nesse caso, exames laboratoriais podem ser solicitados para que seja possível avaliar a necessidade de suplementação.

 A suplementação de vitaminas antioxidantes, como C e  E, também apresentam benefícios em mulheres com endometriose.

Já o uso de um poderoso antioxidante N-Acetilcisteína (NAC), se apresenta como um tratamento efetivo em mulheres com endometriose que desejam engravidar, pois pode melhorar a fertilidade.

E por fim, nos casos em que o consumo de peixe ou alimentos ricos em ômega 3 não seja suficiente, uma suplementação também poderá ser utilizada.

Em caso de dúvidas, procure um Nutricionista Especialista em Endometriose para ajustar a sua alimentação, melhorando além da sua qualidade de vida também a sua fertilidade.

Nutricionista materno infantil On-line

Gostou do conteúdo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paula Stancari

Paula Stancari

Nutricionista Materno Infantil Especialista em Fertilidade, Lactantes, Gestantes, Bebês, Crianças, Adolescentes e Introdução Alimentar

Receba as novidades

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn