Alimentação na pré-concepção: como preparar o corpo para gestação

Alimentação na pré-concepção

A alimentação saudável, com priorização de alimentos benéficos para a saúde reprodutiva no período de pré-concepção, ajuda a melhorar a frequência ovulatória nas mulheres e a qualidade do sêmen nos homens (qualidade, quantidade e motilidade), aumentando as chances do tão sonhado positivo.

O casal que prepara corretamente o corpo para engravidar, além de aumentar as chances de uma gravidez bem sucedida, contribui também para o desenvolvimento de um bebê saudável, com menor risco de doenças na vida adulta, inclusive para as próximas gerações.

A suplementação de vitaminas e minerais apenas durante o período da gestação pode corrigir deficiências nutricionais maternas importantes, mas os benefícios sobre a saúde do bebê podem não ser alcançados.

Como os óvulos e espermatozoides demoram entre 2 e 3 meses para terem suas funções otimizadas, a alimentação saudável antes da concepção se torna imprescindível.

Neste artigo explicarei sobre a influência do estado nutricional para a fertilidade, os principais cuidados com a alimentação durante a pré-concepção e alguns nutrientes que não podem faltar nesse período.

Estado nutricional e fertilidade

Mulheres que estejam acima ou abaixo do peso podem sofrer diminuição da sua fertilidade e ter maiores riscos durante a gestação.

Em mulheres obesas (IMC > 30 kg/m2), o excesso de peso pode resultar em complicações durante a gestação, como por exemplo: pré-eclâmpsia, diabetes gestacional, bebê com mais de 4kg (macrossomia), anomalias congênitas, perda gestacional após 20 semanas, baixo peso ao nascer e até morte materna.

Nesse caso o ideal é que a mulher ajuste o seu peso antes de engravidar, pois assim, além de evitar complicações durante a gestação, também garantirá mais saúde para ela e para o seu bebê.

Vale frisar que além de uma alimentação saudável a prática de atividades físicas também é fundamental para alcançar um melhor estado nutricional.

Como deve ser a alimentação na pré-concepção?

Com a correria do dia a dia, muitos casais se tornaram dependentes dos aplicativos de comidas delivery. Mas será que isso atrapalha a fertilidade?

Como deve ser a alimentação na pré-concepção

Normalmente este tipo de comida possue maior quantidade de gordura e sódio para ficarem mais apetitosas, o que favorece o ganho de peso e pode diminuir a fertilidade.

Alimentos conhecidos como ultraprocessados também devem ser evitados, pois contém corantes, excesso de sódio, açúcares e gorduras, responsáveis por alterar a microbiota intestinal, favorecer o ganho de peso e o aumento dos fatores inflamatórios.

São exemplos desses alimentos: biscoitos recheados, macarrão instantâneo, sucos em pó ou de caixinha, refrigerantes, frios e embutidos, sorvetes de massa, etc..

Além disso, alimentos contendo cafeína e álcool também devem ser evitados durante a pré-concepção, pois estão relacionados a diversos adventos ruins na gestação.

O mais indicado para quem deseja aumentar a fertilidade é dar preferencia para o consumo de alimentos orgânicos e in natura, como frutas, verduras, legumes, cereais integrais, peixes, castanhas e azeite.

Nutrientes importantes na pré-concepção

Ácido Fólico

O ácido fólico é uma vitamina do complexo B que está presente em alimentos como: feijão, folhas verdes escuras como o espinafre e o brócolis, e farinha de trigo enriquecida com ácido fólico.

O uso do ácido fólico na pré-concepção é extremamente importante, pois pode reduzir o risco de pré-eclâmpsia, aborto espontâneo, nascimento de bebê com baixo peso, pequeno para a idade gestacional (PIG), defeitos do tubo neural em até 70%, além de prevenir a perda gestacional após 20 semanas e o autismo em crianças.

Atenção:  mulheres que tenham a mutação genética MTHFR não convertem o ácido fólico na sua forma ativa, com isso devem consumir o metilfolato.

Ferro

Durante a pré-concepção deve-se avaliar os níveis adequados da reserva de ferro, pois a anemia durante a gestação é muito frequente e pode atrapalhar o desenvolvimento das estruturas cerebrais do bebê.

Mulheres com um fluxo menstrual intenso, ou que consumam poucos alimentos de origem animal (vegetarianas e veganas), estão mais propensas ao desenvolvimento de anemia ferropriva.

As carnes de frango, bovina, suína e os ovos contém um ferro mais biodisponível. Já os feijões e os vegetais verde escuros contém ferro menos biodisponível, ou seja, o organismo não absorve tão bem e devem ser consumidos juntamente com uma fonte de vitamina C, como o limão, laranja, mexerica, caju, acerola, maracujá e o abacaxi, ajudando assim a absorção de ferro.

Nutricionista materno infantil On-line

Zinco

O zinco é um mineral extremamente importante durante a pré-concepção e a gestação. A sua deficiência nesse período pode comprometer o crescimento fetal, placentário e o neural.

As principais fontes alimentares de zinco são: a carne vermelha, o frango, peixe, grãos integrais, castanhas, legumes e tubérculos.

Vitamina D

A deficiência de vitamina D no período de pré-concepção está relacionada com a diminuição da fertilidade, além de algumas situações adversas durante a gestação, como: diabetes gestacional, pré-eclâmpsia, baixo peso ao nascer e risco de parto prematuro.

Portanto, é necessário que os níveis de vitamina D sejam ajustados ainda na pré-concepção.

Além disso, as tentantes devem ser orientadas a tomar sol diariamente por pelo menos 15 minutos e se necessário uma suplementação, conforme prescrição de um Nutricionista Materno Infantil ou do seu médico.

Ficou com alguma dúvida?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Leia Mais

Consultório Anália Franco

Av. Regente Feijó, 944 – 7º andar - Anália Franco – São Paulo

Consultório Vila Clementino

R. Dr. Diogo de Faria, 892 - Vila Clementino - São Paulo

Paula Stancari © Copyright 2021. Todos os direitos reservados

Enviar
1
Ficou com alguma dúvida?
Olá!
Em que podemos lhe ajudar?