A gestação é um período crucial para o desenvolvimento do bebê, e nessa fase tão importante da vida alguns alimentos não devem ser consumidos, pois podem aumentar o risco de aborto, má formação e outros problemas no desenvolvimento do bebê.

Além disso, os cuidados com a escolha, higiene e o modo de preparo podem garantir uma alimentação mais saudável e segura para a mãe e bebê.

Neste texto abordarei os principais alimentos que não devem ser consumidos durante a gestação e o motivo.

Queijos não pasteurizados

Queijo proibido gestação

Queijos como Roquefort, gorgonzola, brie e camembert são fabricados com leite não pasteurizado.

Com isto, estão mais susceptíveis a contaminação por uma bactéria chamada listeria, causadora da listeriose.

A listeriose é uma doença rara, mas grave, transmitida por alimentos e mais comum em gestantes.

Esta doença pode resultar em complicações graves, incluindo aborto espontâneo, prematuridade, sepse materna e neonatal, e morte de recém-nascidos.

Desta maneira, esses queijos não devem ser consumidos durante a gestação, a não ser que sejam submetidos a altas temperaturas.

Peixes contaminados por mercúrio

Os peixes são fontes importantes de proteínas, vitaminas e minerais.

Porém, peixes como oatum, cação e peixe-espada podem estar contaminados por mercúrio.

Caso a gestante consuma algum destes peixes, o mercúrio poderá se acumular no organismo e resultar em aborto espontâneo ou más-formações no bebê.

Portanto, o consumo destes peixes deve ser evitado durante a gestação.

Verduras cruas, carnes mal passadas e água sem filtrar

A toxoplasmose é uma doença adquirida pelo consumo de alimentos contaminados pelo protozoário toxoplasma gondii, que pode estar presente em verduras, carnes e até na água.

A contaminação durante e gestação pode gerar sequelas graves ao bebê, como surdez, cegueira e atraso no desenvolvimento neuropsicomotor.

O toxoplasma gondii é eliminado com a correta higienização de vegetais em solução clorada ou em altas temperaturas.

Portanto, não é recomendado que gestantes consumam verduras cruas fora de casa, pois não dá para garantir que foram corretamente higienizadas.

Além disso, todas as carnes devem ser bem passadas, evitando assim o risco de contaminação.

E por fim, a gestante só deve tomar água filtrada e se atentar ao consumo de sucos naturais fora de casa, pois o suco poderá conter água sem filtrar.

Café expresso

Café proibido gestação

Consumir café durante a gestação pode ser muito prejudicial para o bebê.

Inclusive, eu já escrevi sobre isso no artigo: Gestante pode tomar café?

No entanto, consumir café expresso é ainda pior, pois é ainda mais concentrado.

Além disto, café expresso em cápsulas pode liberar alumínio e Bisfenol-A (BPA).

Essas substâncias podem entrar em contato com o bebê e colaborar com más formações, incluindo má formação cardíaca no último trimestre e risco de aborto.

Bebidas alcoólicas

Não existe quantidade segura de consumo de álcool durante a gestação.

Qualquer dose pode causar alterações significativas para o bebê, como restrição de crescimento e alterações no desenvolvimento cerebral. 

Então aquela frase: “É SÓ UM GOLINHO”, não vale para a gestante.

Chás de ervas

O consumo de chás durante a gestação pode causar alterações na formação do bebê.

Além disso, algumas ervas têm efeitos abortivos.

Não existem estudos científicos que comprovem a segurança.

Portanto, não é recomendado o consumo de qualquer tipo de chá durante a gestação.

Inclusive as ervas aparentemente inofensivas como o chá de camomila, erva doce e capim cidreira.

Uma alternativa para as gestantes que amam chá é utilizar chás de frutas como pêssego, maçã, entre outros.

Ovo cru ou com a gema mole

A Salmonella é uma bactéria que causa intoxicação alimentar que é encontrada principalmente no ovo.

Os sintomas incluem vômito, dores abdominais, febre e diarreia, que geralmente duram alguns dias.

Submetendo o ovo a altas temperaturas essa bactéria é eliminada, permitindo o seu consumo com segurança pela gestante.

Desta maneira, é recomendado que a gestante não consuma ovo em preparações cruas, como mousses ou maioneses caseiras e nem ovo com a gema mole.

Produtos Diets com ciclamato de sódio

O ciclamato é um tipo de adoçante utilizado em larga escala pela indústria alimentícia em iogurtes, achocolatados, gelatinas e refrigerantes diets.

Existem suspeitas que o ciclamato pode causar efeitos negativos no sistema imunológico do bebê.

Com isto, não é recomendado o seu uso durante a gestação.

Em caso de dúvidas sobre os alimentos que não devem ser consumidos durante a gestação, consulte um Nutricionista Especialista em Gestantes.

Ficou com alguma dúvida?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Leia Mais

Consultório Anália Franco

Av. Regente Feijó, 944 – 7º andar - Anália Franco – São Paulo

Consultório Vila Clementino

R. Dr. Diogo de Faria, 892 - Vila Clementino - São Paulo

Paula Stancari © Copyright 2021. Todos os direitos reservados