Alimentação Infantil e Dermatite Atópica

Capa Alimentação Infantil Dermatite Atópica

Muita gente não sabe, mas a alimentação pode melhorar muito a qualidade de vida das crianças portadoras de Dermatite Atópica, pois favorece a hidratação, a recuperação da pele e ajuda a controlar a doença.

Neste texto abordarei qual é a influência da alimentação e da Suplementação para melhora da Dermatite Atópica.

Alimentação anti-inflamatória e a Dermatite Atópica

Alimentação Infantil Dermatite Atópica

Por ser uma doença inflamatória, a criança portadora de Dermatite Atópica precisa consumir uma maior quantidade de nutrientes antioxidantes, como a vitamina A, E, C, zinco, cobre e selênio.

Com isso, alguns alimentos antioxidantes são essenciais para promover um equilíbrio no organismo da criança, são eles:

Vitamina A: abóbora, cenoura, manga, melancia, mamão, leite, ovos, queijos, manteiga

Vitamina E: óleos vegetais, castanhas, manteiga, ovos

Vitamina C: laranja, goiaba, abacaxi, mamão, mexerica, maracujá, kiwi, mamão.

Zinco: frutos do mar, carne bovina, suína, frango, fígado, ovos, leite e derivados (queijos e iogurtes), leguminosas (feijões) e cereais.

Cobre: semente de girassol, leguminosas secas (feijões), nozes, cacau e farinha de aveia.

Selênio: Castanha-do Brasil, gergelim, pescada, pernil suíno e aveia em flocos.

Vale lembrar que esses alimentos devem fazer parte de uma alimentação saudável e não devem ser consumidos isoladamente.

Além disso, crianças com diagnóstico de Alergia Alimentar não devem consumir alguns alimentos da lista acima, a depender do tipo de alergia.

Alergia Alimentar Infantil e Dermatite Atópica

Cerca de 30% das crianças portadoras de Dermatatite Atópica apresentam Alergia Alimentar.

As Alergias Alimentares mais comuns são principalmente a ovos e leite, mas também podem ter alergia a amendoim, soja, trigo, castanha e peixes.

No entanto, o alimento só deve ser retirado da dieta da criança após o diagnóstico médico de Alergia Alimentar, pois a dieta de restrição sem necessidade e sem a orientação de um profissional pode levar a déficit de crescimento e deficiências nutricionais.

Dermatite Atópica e Déficit de Crescimento

Crescimento Alimentação Infantil Dermatite Atópica

As crianças com Dermatite Atópica têm mais chances de déficit de crescimento, pois podem ter seu sono atrapalhado pela coceira na pele.

Isso porque a liberação do GH (hormônio do crescimento) acontece durante a noite, e se criança não dorme bem poderá ter seu crescimento comprometido.

Além disso, se a criança apresentar alergia ao leite e não fizer uso de suplementos em doses adequadas de cálcio, magnésio e vitamina D poderá comprometer ainda mais a sua estatura.

Suplementação Infantil para melhora da Dermatite Atópica

Estudos recentes demonstraram que a suplementação com algumas cepas específicas de probióticos podem controlar a Dermatite Atópica.

Outro nutriente que também pode contribuir positivamente é o ômega 3, pois ele pode melhorar a hidratação da pele em até 30%.

Além disso, caso a alimentação não esteja suprindo as necessidades diárias de vitaminas e minerais, principalmente os antioxidantes, ou em casos de alergias alimentares, a suplementação pode ser utilizada.

 Caso tenha dúvidas ou precise de apoio na alimentação do seu filho, procure um Nutricionista Materno Infantil.

Nutricionista materno infantil On-line

Gostou do conteúdo?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paula Stancari

Paula Stancari

Nutricionista Especialista em Nutrição Materno Infantil e em Saúde da Família, tutora de Aleitamento Materno pelo Ministério da Saúde e mestranda pela UNIFESP

Perfil

Receba as novidades

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn