Viajar com o bebê durante a Introdução Alimentar

Viajar com o bebê Introdução Alimentar

Viajar com o bebê durante a fase de Introdução Alimentar pode ser um desafio, mas com uma certa organização e escolhendo destinos mais tranquilos é possível manter a rotina do bebê e curtir a viagem, além de  descansar sem descuidar da Introdução Alimentar.

Neste texto te darei dicas importantes de como manter a Introdução Alimentar do seu bebê em viagens para que você consiga curtir esses momentos sem supresas desagradáveis.

Papinhas industrializadas na viagem e a Introdução Alimentar

Em um primeiro momento as papinhas industrializadas podem parecer super práticas e nutritivas para serem levadas na viagem durante a Introdução Alimentar, pois não requerem muitos cuidados com refrigeração e são fáceis de serem oferecidas.

No entanto, após alguns dias consumindo essas papinhas seu bebê poderá retroceder no processo de Introdução Alimentar, como por exemplo, recusar os alimentos amassados ou em pedaços, atrapalhando  assim o desenvolvimento da mastigação.

Além disso, devido ao processo de fabricação, as papinhas industrializadas possuem menor teor de nutrientes.

Sem contar que todos os ingredientes são misturados, com isso, o bebê não perceberá o sabor de cada alimento, atrapalhando o desenvolvimento do seu paladar.

Reservar hotel durante a Introdução Alimentar

Antes de reservar o hotel se informe se existe um cardápio diferenciado para bebês ou área para armazenamento e aquecimento das papas congeladas.

 Normalmente os Resorts estão mais preparados para atender os pais com bebês e crianças pequenas.

 Alguns, inclusive, dispõe de cardápio específico para bebê, com diversas consistências, o que contribui positivamente para que o bebê não estranhe a nova alimentação.

A viagem, armazenamento da papinha e a Introdução Alimentar

Bebê introdução alimentar avião

Se a viagem for muito longa, se organize para levar refeições e lanchinhos práticos de serem ofertados no transporte, como frutas, bolinhos, omeletes, legumes, etc..

Uma dica é levar os alimentos em pequenos recipientes térmicos para que os alimentos não estraguem durante o transporte e facilite o consumo durante a viagem.

Esses potes normalmente conservam os alimentos em temperaturas baixas ou altas em média por 5 horas.

Levar as papinhas congeladas

Se você preferir transportar a comida congelada, uma ótima opção é organizar todas a marmitinhas em uma bolsa térmica com gelo seco, garantindo um tempo de conserva maior que o gelo tradicional.

Se optar por levar marmitinhas congeladas de empresas especializadas em alimentação infantil, o ideal é que você ofereça essa comidinha alguns dias antes da viagem, assim o seu bebê já irá se adaptando ao tempero.

Introdução Alimentar na praia

Promoção lançamento Bebê Comendo Bem

Sempre que for fazer algum passeio na rua ou ficar na praia,  leve a comidinha do bebê em uma bolsa térmica, assim a comidinha ficará na temperatura certa para oferecer ao seu bebê e você não precisará se preocupar em aquecê-la.

Lanchinhos durante a Introdução Alimentar

Dos 6 aos 12 meses o lanche do bebê é composto basicamente por frutas.

Em caso de viagens uma dica é levar frutas únicas, de fácil higienização e  manipulação, como por exemplo: banana, maçã, laranja, mexerica, pêra,uva, etc..

Se você estiver hospedada em um hotel poderá utilizar o frigobar para armazenar frutas que podem ser partidas e acondiocionadas em recipientes adequados, como por exemplo: mamão, abacate, maracujá doce, etc..

Comidas Self Service durante a Introdução Alimentar

Os alimentos expostos no balcão de Self Service podem esconder algumas surpresas desagradáveis, pois podem conter diversos tipos de microrganismos advindos de uma faca mal lavada, exposição de moscas, saliva ou até mesmo a falta de higiene do manipulador de alimentos.

 Todos esses fatores podem afetar a saúde do seu bebê e antecipar o retorno da família para casa.

Como o sistema imunológico do seu bebê ainda não está bem formado eu não recomendo que você ofereça comida de self service  para o seu bebê.

Outros cuidados com a Introdução Alimentar durante a viagem

bebê mãe viagem introdução alimentar

Além das dicas que falei acima, oriento que você sempre ofereça água mineral de embalagem fechada ao seu bebê para evitar problemas de contaminação.

Se estiver em um hotel, solicite a comida cerca de 30 minutos antes do horário habitual do seu filho comer para evitar que o bebê fique irritado com fome.

Resorts, casas de campo ou de praia que tenham cozinha podem ser ótimas opções, já que a família pode fazer preparações simples e nutritivas sem ter que recorrer a oferta das papinhas industrializadas.

Outra dica importante é evitar oferecer alimentos que seu bebê nunca comeu para não correr riscos de alergias ou  intolerâncias.

Caso tenha alguma dúvida sobre a alimentação do seu bebê durante a Introdução Alimentar procure um Nutricionista Materno Infantil.

Nutricionista materno infantil On-line

Gostou do conteúdo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paula Stancari

Paula Stancari

Nutricionista Materno Infantil Especialista em Fertilidade, Lactantes, Gestantes, Bebês, Crianças, Adolescentes e Introdução Alimentar

Receba as novidades

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn